ACESSIBILIDADE - LEI nº 13.146/2015


Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas conforme o modelo abaixo: ALT + [Nº de atalho]

ALT + 1

Ir para o Conteúdo

ALT + 2

Ir para o Menu

ALT + 3

Ir para a Busca

ALT + 4

Ir para o Rodapé

ALT + 5

Acessibilidade

ALT + 6

Mapa do site

ALT + 7

Acesso a Informação

ALT + 8

Cor Original

ALT + 9

Cor com contraste

Botão/Tecla +

Aumentar Fonte

Botão/Tecla -

Diminuir Fonte

Botão/Tecla =

Fonte Original

Leitores de Tela

Nosso Portal foi desenvolvido para ser compatível com softwares leitores de tela. Assim, basta que o usuário tenha instalado em seu computador um destes softwares que será possável ouvir o que está escrito ou desenhado no site.

Agência de Notícias

Secretaria de Educação realiza Redimensionamento Escolar em Itaporanga

O Redimensionamento Escolar visa proporcionar mais conforto e segurança para o aluno

16/01/2018 09:52 - atualizado em 16/01/2018 09:52

Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

Secretaria de Educação realiza Redimensionamento Escolar em Itaporanga

Com o objetivo de direcionar cada aluno para a escola mais próxima de sua residência, facilitando o acesso e a locomoção, além de agrupar igualitariamente a faixa etária entre crianças e adolescentes, o Redimensionamento Escolar visa proporcionar mais conforto e segurança para o aluno, além de evitar a superlotação na sede do município e evasão nas escolas da Zona Rural.

O Redimensionamento Escolar possibilita um acompanhamento pedagógico individualizado e personalizado, tendo em vista que as etapas e modalidades de ensino serão fixadas em unidades diferentes, a exemplo do povoado Nova Descoberta, onde a Escola Nicola Mandarino passará a funcionar apenas com a Educação Infantil (pré-escola) e o Ensino Fundamental Menor (do 1º ao 4º ano). Já a Escola Vereador Genésio Santana funcionará apenas com o Ensino Fundamental Maior (do 5º ao 9º ano) e EJA (Educação de Jovens e Adultos), assim a equipe técnica pedagógica terá mais facilidade de fazer os acompanhamentos necessários, haja vista que a Secretaria de Educação possui duas coordenações que farão esse acompanhamento personalizado.

A Escola Padre Everaldo de Lima será transformada em Departamento de Atendimento a Crianças e Adolescentes Especiais. Nesta unidade serão atendidos apenas alunos especiais matriculados regularmente no sistema municipal de ensino. No departamento haverão atendimentos com profissionais habilitados, como psicólogo, psicopedagogo e fonoaudiólogo, além de oficineiros. Com esta mudança, houve a ampliação de novas matrículas, depois de diagnosticado a necessidade através do Censo Escolar 2017, possibilitando um melhor atendimento aos alunos com necessidades especiais, algo inédito no município. Fazendo parte desse redimensionamento, os alunos do ensino regular foram transferidos para a Escola Antonieta Gambardella.

Eliane Gomes Evangelista é mãe de um dos alunos que integram a Educação Especial e fará parte do Departamento de Atendimento a Crianças e Adolescentes Especiais, ela destaca a importância da criação do espaço. “Eu acho que vai ser uma grande ajuda para o meu filho, porque eu me deslocava daqui pra Aracaju, muitas vezes não tinha dinheiro pra passagem, tem fonoaudiólogo, psicólogo, outros atendimentos mais, vai ser muito bom para o meu filho. Vai ser uma grande ajuda. Acho que vai ser melhor assim, um espaço só para eles, vai ser mais atenção para eles”, afirmou.

Fazendo parte deste redimensionamento a Escola Municipal Antonieta Gambardella, funcionará apenas o Ensino Fundamental Menor (do 2º ao 5º ano). Já o Jardim de Infância Doutor Pedro Rubens da Costa Barros funcionará apenas o pré-escolar e 1º ano. O núcleo da Escola Municipal Antônio José dos Santos (Morro) funcionará apenas com o pré-escolar, facilitando o acesso as mães que tem filhos nesta idade.

O transporte escolar para as escolas: Nicola Mandarino, Genésio Santana, Antonieta Gambardella, Jardim de Infância e Padre Everaldo serão supervisionados por cuidadores especializados durante todo trajeto.

O secretário de Educação, Ronaldo Oliveira, destaca a importância da realização do redimensionamento escolar. “Desde o início da Administração nós estamos trabalhando na organização da Educação do município. O que nós estamos fazendo é organizando para facilitar os trabalhos e proporcionar mais comodidade e segurança para os alunos do nosso sistema municipal de ensino. Nós vamos, por exemplo, desafogar a Escola Maria das Graças que estava lotada de alunos que residem em povoados que possuem escolas com Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano”, explica o secretário.

Todas as mudanças estão sendo acompanhadas de perto pelo Conselho Tutelar, órgão permanente, autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente definido por lei (ECA, Artigo 131). “Temos participado das reuniões e acompanhado as ações e modificações implementadas pela Secretaria de Educação e estamos de total acordo, por entender que nenhum direito está sendo violado de acordo com os artigos 53, inciso I e V do Estatuto da Criança e do Adolescente”, afirma o Conselho Tutelar, através de nota.


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

OUTRAS NOTÍCIAS