Prefeito Otávio Sobral designa comissão para negociação do piso salarial do magistério

Na tarde da última quinta-feira, 13, o secretário de Finanças Maikel Lima, junto ao secretário de Administração Geral Edwelton Gois, a coordenadora pedagógica Sandra Cruz, ao técnico da Secretaria de Educação Márcio Travassos, juntamente com a equipe do SINTESE, composta pelos professores Uilson Hora, Joel, Douglas Leoni, Valdeci Dias e Denilza Viana, realizaram reunião para discutir sobre o Piso Nacional do Magistério que este ano é de 12,84%.

No encontro foi solicitado ao Sindicato mais tempo para o cálculo e impacto na folha de pagamento, pois com o início das aulas será necessário a inserção dos professores e servidores na folha de pagamento pelo setor de Recursos Humanos. E devido ao exíguo tempo no mês de fevereiro, não há como realizar tais cálculos. Ademais, diante da nova Chamada Pública da Educação, mais alunos atenderam ao Chamado que, consequentemente, necessitarão de atendimento.

Foi discutido que o prefeito teve e sempre tem responsabilidade com os salários de todos os funcionários, não somente os docentes, mas a todos sem exceção. “Como gestor, preciso ter os cálculos em sua totalidade e sempre ponderar para que no futuro não venha comprometer os salários, haja vista que o município ainda sofre com RETENÇÃO de FPM e outros repasses que comprometem os orçamentos. Em nossa gestão cumpri, naquilo que foi possível, os direitos dos professores muito mais do que gestores que me antecederam”, declarou o prefeito Otávio Sobral a equipe da comissão designada.

Na reunião ficou decidido que em 05 de março do corrente ano, a Comissão estará reunida novamente com o Sindicato para apresentar o estudo e impacto da Folha de Pagamento para assim discutir sobre a negociação do Piso Salarial do Magistério.

Outrossim, foi explanado sobre as férias que foi parcelado em 3 vezes. Com a inserção dos professores, o impacto da Folha somado ao reajuste salarial dos servidores desse mês de Fevereiro, será feito novo cálculo e havendo condições financeiras com os repasses oriundos, será informado a todos os servidores o pagamento das duas últimas parcelas ou a continuidade do parcelamento. “Quero ressaltar que o ano passado ocorreu a mesma situação: férias parceladas. Mas assim que ocorreu o repasse, de imediato autorizei o pagamento em Folha Complementar antes do fim do mês. Tudo que o funcionário tem direito, não hesito em cumprir havendo condições para fazê-lo”, disse o prefeito.

Deixe uma resposta

Scroll to top
Skip to content